Início

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Concertos apresentam trabalho do Programa de Qualificação em Música do Centro de Formação em Artes da FUNCEB

foto: Milena Moreira

Luiz Gonzaga e compositores baianos serão homenageados nas apresentações de encerramento das aulas coordenadas por Bira Marques e Letieres Leite

Após três meses de experimentação, estudos e compartilhamento de conhecimentos, alunos do Programa de Qualificação em Música apresentam os resultados dos trabalhos para o público baiano. A iniciativa, realizada pelo Centro de Formação em Artes (CFA) e Coordenação de Música da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), promoveu aulas de qualificação de artistas da música da Bahia, em dois Núcleos coordenados pelos experientes Bira Marques e Letieres Leite. Os concertos de encerramento vão ocorrer na Sala do Coro Teatro Castro Alves, no dia 28 de novembro (quarta-feira), às 20 horas, e no Largo Pedro Archanjo (Pelourinho), em 11 de dezembro (terça-feira), também às 20 horas. Ambos os eventos são gratuitos.


Na Sala do Coro do TCA, o Núcleo Moderno de Música, coordenado por Bira Marques, realiza um espetáculo em homenagem a Luiz Gonzaga. Apresentando clássicos da obra do Rei do Baião, 120 alunos e professores das disciplinas de Harmonia e Instrumentação, Orquestração e Arranjo formam uma orquestra para executar canções como Xote das Meninas, A Volta da Asa Branca e Baião. A homenagem ao centenário de nascimento do grande músico pernambucano será feita com arranjos criados pelos discentes ao longo dos cursos, que se centraram em técnicas musicais para composição, criação de arranjos e orquestração para Música Erudita Popular.

Já o Núcleo de Formação Musical com Enfoque na Música da Bahia, coordenado por Letieres Leite, faz o concerto do Largo Pedro Archanjo (Pelourinho). A orquestra será formada por todos os 80 jovens músicos, de 13 a 23 anos, que participaram do Núcleo, que foi centrado na música ancestral da Bahia em acordo com tecnologias contemporâneas. Com arranjos originais elaborados pelo próprio maestro Letieres, serão reverenciados compositores baianos fundamentais da Música Popular Brasileira, como Dorival Caymmi, Ary Barroso, Gilberto Gil e Tincoãs. Além da apresentação orquestral, o espetáculo também contará com formações menores, como quartetos e quintetos, que mostrarão repertórios específicos de cada grupo de instrumento que foi estudado. Outro destaque será a apresentação dos alunos de Canto e Percussão, com músicas do universo afrobrasileiro, sob direção dos professores Tito Bahiense e Gabi Guedes.

Sobre o Programa de Qualificação em Música – Oferecendo cursos diversos para o aperfeiçoamento do trabalho de quem já tem experiência na área da música, o Programa de Qualificação em Música se alinha aos princípios do Centro de Formação em Artes da FUNCEB, que, além de prezar pela formação técnica e iniciação artística, também se comprometem com a política de educação profissional dos Ministérios da Cultura e da Educação, tendo em vista a qualificação dos trabalhadores das artes. Esta iniciativa também responde a um diagnóstico obtido através de entrevistas e encontros, realizados pela FUNCEB entre dezembro de 2011 e fevereiro de 2012, com instituições públicas que oferecem curso de formação em Música e profissionais de educação musical atuantes na Bahia.

Esta escuta confirmou a necessidade de promover qualificação formal para que jovens músicos e profissionais da área possam enriquecer seus conhecimentos, aprimorar sua atuação profissional e obter melhores condições de inserção no mercado de trabalho e na sociedade. Um fator que consolida a importância desta demanda advém da Lei Federal 11.769, aprovada em 2011, que garante a obrigatoriedade do ensino de música nas escolas públicas, o que amplia as oportunidades formais de emprego e renda para professores capacitados no setor.

O Programa de Qualificação em Música consolida um projeto piloto de formação continuada em música, executado pela FUNCEB no segundo semestre do ano passado. Nesta ação, o próprio maestro Letieres Leite, à frente do trabalho de dez outros professores, atendeu a 50 alunos oriundos de projetos sociais e ONGs de Salvador, para qualificá-los no seu fazer artístico enquanto músicos, numa metodologia que privilegiou a música afrobaiana e o seu universo percussivo, aliados à música contemporânea mundial.

Nenhum comentário: